Feliz Natal!

24 12 2008

presepioEssa época do ano a gente recebe um monte de e-mails de pessoas do trabalho, ou relacionadas com ele, desejando um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.
Eu relutei um pouco em entrar nesse clichê, mas não deu. Acabei parecendo antipática. Então resolvi sair desejando Feliz Natal para todas as pessoas com quem convivo.
Sendo assim, aqui estou.

Pessoas que lêem esse blog.
Não desejo a ninguém presentes trazidos por Papai Noel. Porque, na boa? Esse cara não existe.
Mas, desejo a vocês um Feliz Natal de verdade! Com clima de renascimento, de preparação para o novo ano. Que seja uma festa regada de caridade, de bondade, de pureza, de amor ao próximo, de compaixão… Que seja um Natal no seu verdadeiro sentido.

Que vocês e suas famílias recebam muitas bênçãos e graças do céu!!
E que, mesmo no meio desse consumismo todo que envolve agressivamente esta Santa Data, a gente ainda consiga parar um pouquinho e rezar pelos nossos.

Bom, meus votos de Feliz Natal são assim… meio diferente do normal.
Mas, aceitem-os com carinho.

Anúncios




Ao pedir ajuda conseguimos esperar a resposta?

29 10 2008

Acho que, no fundo no fundo, todo mundo acredita em alguma coisa. Pode ser qualquer coisa. Cristais, pedra sabão, búzios, cartas, buda, profetas, trabalhos, mandingas, sal grosso, macumba, horóscopo, astral, igrejas, Igreja Católica, Santos, Anjos, DEUS. E, cada crença tem seu ritual. Os de umbanda fazem trabalhos. Os budistas meditam. Os protestantes oram. Os católicos rezam… e por aí vai. Eu sou católica!

Resolvi fazer uma novena (repetir uma oração por nove dias) para Santo Expedito e Santa Rita. Fiz uma pesquisa na internet antes, para ver para quem deveria rezar e descobri que os dois cuidam de causas urgentes. E este é o meu caso. Preciso de uma resposta rápida, já que a minha angústia está me tirando a paz e a sanidade. Mas, será que alguém que pede alguma coisa a Deus ou a algum santo pede sem pressa? Pede para daqui uns meses, anos ou sem data? Não seriam todas as causas urgentes?

Enfim, fui na Igreja de Santa Rita rezar.
Não cheguei a acender vela, mas talvez acenda uma amanhã. Afinal, são nove dias e hoje ainda é o segundo.